A evolução da Inteligência Artificial: Turing, IBM e aplicações

O que é ser engenheiro
Engenharia: qual habilitação escolher?
02/14/2020
Pane seca no Boeing 767-200 da Air Canada
A importância da medição: o caso do Boeing 767-200 da Air Canada
02/19/2020

A evolução da Inteligência Artificial: Turing, IBM e aplicações

O robô simboliza o desenvolvimento da inteligência artificial

Nos últimos anos, a área de Inteligência Artificial (IA) tornou-se significativamente importante. Muito disso tem a ver com a disponibilidade do poder computacional mais barato e mais poderoso. Também tem a ver com o aumento de volume de dados (a Era do Big Data).

Mas você sabe como tudo isso começou?

A seguir, destacaremos alguns marcos importantes da evolução da Inteligência Artificial.

Teste de Turing

Há como imaginar um computador digital que faria bem o jogo da imitação?

O cientista da computação Alan Turing (1912-1954), nascido no Reino Unido, é considerado o pioneiro na área de Inteligência Artificial, e ficou conhecido por desenvolver o Teste de Turing na década de 1950.

Em linhas gerais, Turing propôs um teste interrogatório a um sistema (máquina). Com o Teste de Turing, um sistema consegue se identificar como um computador ou um ser humano.

Conferência de Darthmouth

Em 1956, a Conferência de Dartmouth, que aconteceu no Dartmouth College, nos Estados Unidos, foi outro momento fundamental. Esse é considerado o marco inicial da IA, pois reuniu diversos pesquisadores de várias áreas para discutir o assunto.

Foi nesse encontro que surgiu o termo Inteligência Artificial.

Leia aqui o artigo escrito pelos pesquisadores John McCarthy, Marvin L. Minsky, Nathaniel Rochester e Claude E. Shannon e submetido ao evento. Entre os temas, estão “como um computador pode ser programado para usar uma linguagem”, “redes neurais”, entre outros.

Os computadores geniais da IBM

Deep Blue

Somente em 1997 a IA ganhou real destaque. Isso aconteceu quando o computador Deep Blue, da IBM, venceu o melhor jogador de xadrez de todos os tempos, o russo Garry Kasparov.

O Deep Blue usou a força bruta para analisar todas as possibilidades, prevendo cada jogada e sugerindo o melhor movimento.

Watson

Em 2011, o Watson, outro importante computador da IBM, foi bastante assertivo ao participar do programa de TV Jeopardy!, em que há um jogo de perguntas e respostas de diversos temas e níveis de complexidade.

O Watson competiu e ganhou de Ken Jennings e Brad Rutter, os grandes campeões do programa.

Algoritmos inteligentes

Um dos avanços da IA foi permitir que as máquinas realmente aprendessem. Isso foi possível por meio dos algoritmos, que são capazes de entender os dados fornecidos, aprender com eles e tomar decisões a partir deles.

Atualmente, esses algoritmos estão sendo aplicados em diversas áreas.

Áreas de aplicações

É o caso da Medicina, em que a máquina pode ajudar no diagnóstico e indicar o melhor tratamento. Recentemente, vimos que uma ferramenta de IA previu o surgimento do coronavírus na China.

Outro campo bastante conhecido é o processamento de linguagem natural. Isso se trata de compreender a fala humana e tem várias aplicações. Como exemplo, podemos citar os tradutores e as assistentes virtuais, como a Siri (da Apple), a Lexa (da Amazon), a Cortana (da Microsoft) e o Google Assistente.

A assistente virtual Siri, da Apple, é um importante projeto que faz parte da evolução da Inteligência Artificial.
A assistente virtual Siri, da Apple.

Uma aplicação bem complexa da área se refere aos carros autônomos. Esses veículos necessitam estar conectados a vários sensores, como tráfego, semáforos e outros veículos.

Nesse primeiro texto, você pôde conhecer um pouco da evolução da Inteligência Artificial. A realidade é que essa tecnologia está muito presente no nosso dia a dia e o futuro que víamos nos filmes está bem mais próximo do que imaginávamos.

Sugestões de leitura (clique nos livros para saber mais):

Marianna Novaes
Marianna Novaes
Marianna Novaes é Cientista de Dados, com expertise em Machine Learning, Análise e Visualização de Dados. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *