[Live] Construção Civil em Pauta
10/07/2020
A importância da NBR 6122:2019
NBR 6122: considerações sobre a norma de Projeto e Execução de Fundações
10/20/2020

Realidade aumentada e o furacão Delta

Realidade aumentada para entender fenômenos da natureza

Como convencer a população de uma cidade de que um furacão pode ser potencialmente perigoso e é preciso se proteger de forma correta?

O canal mexicano Azteca Noticia utilizou a tecnologia de realidade aumentada para explicar os impactos que poderiam ser causados pelo furacão Delta, de categoria 2, que estava previsto para passar pelo México nessa semana. O principal objetivo era mostrar com o máximo de detalhes as possíveis consequências dos ventos e das chuvas.

A seguir, assista à projeção feita em um estúdio do canal.

Na quarta-feira (7), o furacão tocou o solo e causou muita destruição em Puerto Morelos, cidade próxima a Cancún. Depois de passar pela Península de Yucatán nesta sexta-feira (8), o furacão segue para os Estados Unidos.

Não é a primeira vez que a realidade aumentada foi utilizada para explicar fenômenos da natureza. No vídeo abaixo, o The Wheater Channel publicou um vídeo para mostrar como ocorre a formação de ondas em uma tempestade.

Você sabe o que é a realidade aumentada?

Diferente da realidade virtual (RV), que insere o usuário num cenário diferente do mundo real, a realidade aumentada (RA) mantém a pessoa em um cenário do mundo real e permite a interação com inúmeras situações.

Há poucos meses, por exemplo, o Google criou um recurso que permitia projetar animais em 3D, como tubarões e tigres, no ambiente em que o usuário estava. Para acessar, bastava ter um celular em mãos.


Leia mais:

Temporada de furacões no Atlântico: o que causa esse fenômeno?
GEN Exatas
GEN Exatas
Editorial GEN Exatas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *